segunda-feira, 24 de agosto de 2009

REGIÃO CENTRO - OESTE


A Região Centro-Oeste teve sua ocupação a partir do século XVIII, no entanto, o real processo de organização sócio-econômico e incremento dos meios de produção ocorreram apenas na segunda metade do século XX. A região possui uma área de 1.606.371 km2, em que habitam aproximadamente 12,4 milhões de pessoas.

A população do Centro-Oeste é muito diversificada, isso por que seus componentes populacionais vieram de diferentes partes do país, além dos povos indígenas que já habitava a região.

A Região Centro-Oeste em extensão territorial é a segunda, nessa imensa área são encontrados diversos tipos de domínios florestais como a Floresta Amazônica, Pantanal e o Cerrado, e esses são um dos principais ecossistemas brasileiros.

No Centro-Oeste predomina o clima tropical com duas estações distintas, constituídas por um período de seis meses de seca e o mesmo tempo de período chuvoso. A região em questão é composta por três estados: Goiás-GO, capital Goiânia; Mato Grosso - MT, capital Cuiabá; Mato Grosso do Sul-MS, capital Campo Grande; e o Distrito Federal-DF.
POPULAÇÃO DA REGIÃO CENTRO - OESTE COMPOSTA POR MIGRANTES
O processo de urbanização e povoamento da Região Centro-Oeste ocorreu, principalmente, após a implantação da capital federal (Brasília), o desenvolvimento da agropecuária, a construção de rodovias, entre outros fatores, foram determinantes para a consolidação da população na região. O incremento populacional entre os anos de 1960 e 1970 destacou a região como a maior em crescimento de sua população no Brasil, proporcionalmente ao número de habitantes.
Apesar de um contínuo crescimento populacional, o Centro-Oeste se coloca entre as regiões de menor número de habitantes (12,4 milhões), no entanto, gradativamente tem contribuído para compor a população nacional. No ano de 1960 os habitantes da Região Centro-Oeste representavam somente 4% do total da população nacional, hoje já respondem por aproximadamente 7%. Esse aumento é proveniente da inserção de migrantes oriundos de diversos pontos do país, principalmente do sudeste e nordeste do Brasil, que buscavam melhoria de vida, pois todos tinham boas perspectivas em relação à região.
O crescimento e o aumento do fluxo migratório ocorrido na região não derivaram um processo homogêneo em relação à distribuição da população no território do Centro-Oeste, ou seja, o povoamento foi irregular.
BRASÍLIA, DF
Em 1823, o inconfidente José Bonifácio apresentou um projeto que propunha a mudança da capital do país para uma região centralizada sugerindo o nome de Brasília para a cidade.
Em 30 de agosto de 1883, Dom Bosco um santo italiano, sonhou com uma depressão larga e comprida entre os paralelos 15º e 20º partindo das margens de um lago.
Após várias opiniões divididas a cerca da construção da nova capital, o presidente Juscelino Kubitschek em 15 de março de 1956 iniciou o cumprimento da constituição. Também propôs ao Congresso de Anápolis a criação da Companhia Urbanizadora da Nova Capital, a NOVACAP.
Em 14 de abril de 1960, Israel Pinheiro foi nomeado prefeito de Brasília mesmo antes dela estar pronta. Quatro dias depois a cidade de Brasília é inaugurada pelo presidente Juscelino Kubitschek.
Hélio Prates foi nomeado o primeiro governador de Brasília. Em 1987, Brasília conquistou sua autonomia política e ainda foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir